O Felipe e a bala soft.

 

Lembra quando vc era pequeno e sua mãe dizia: “Não põe a bala soft na boca que vc vai engasgar!”

Vc dizia sim com a cabeça, no sentido de “tá boooooooooom mãe”, mas assim que ela olhava para o lado vc colocava a bala na boca. Com medo, mas colocava, só pelo poder de desobedecer.

Durante anos eu não vi nem sinal desta bala, acho que as mães do planeta fizeram um complô e jogaram todos os sacos fora…

Um dia, eu estava na minha sogra com meus 2 filhos, o Lucas era um bebê e estava no carrinho e o Felipe tinha uns 5 anos.

Meus sobrinhos também estavam lá e claro que quando os primos estão juntos a brincadeira pega fogo!

Deixamos os 3 brincando na sala com vários brinquedinhos e fomos para a cozinha, minha sogra estava cozinhando.

Como era bem pertinho eu ia até a sala, dava uma olhadinha e voltava. Fiz isso diversas vezes.

Em uma delas, vi uma bomboniere com chocolates e algumas balas. Discretamente tirei de lá. Mas é claro que eles perceberam e disseram num só som: “Queremos balaaaaaaa!”

Então eu disse: “Na,na,ni,na,não! Bala faz mal.”

Eles fizeram aquela cara de (nossa como ela é má) e voltaram a brincar.

De repente eu escuto: “Vovó a Amanda pegou uma bala!” Fui até lá e eles começaram a rir, era mentira.

Voltei pra cozinha e escuto de novo: “Vovó o Ali pegou uma bala!” Minha sogra foi até lá e era outra mentira.

Voltamos pra cozinha, passou um tempinho e escutamos: “Tia, corre aqui que o Felipinho engoliu uma bala!”. Respondi da cozinha mesmo: “Dá pra parar com essa brincadeira? Vcs não me enganam mais!”

Minha sobrinha veio correndo da sala e me disse: “Tia, é VERDADE! O Felipinho engasgou com uma bala!”

Perdi o ar e a minha perna ficou mole…

Corremos pra sala e olhamos pra ele, pálido, sem lábio. As outras crianças sem piscar.

Minha sogra pegou ele pela barriga, deu um apertão, chacoalhou e ele botou a bala pra fora.

E quem estava lá no chão? Toda colorida e brilhante? A senhora bala soft.

Minha sobra jogou todas as balas fora e deu aquela bronca!

Agarrei meu filho e chorei.

Alguém aí tem dúvida, de quem joga fora todos os sacos de bala soft que são vendidos hoje em dia?